Skip Navigation Links
Início
Contactos
EB Cantanhede Sul reabriu com instalações requalificadas e novos equipamentos
EB Cantanhede Sul reabriu com instalações requalificadas e novos equipamentos
As obras de requalificação da EB Cantanhede Sul terminaram a tempo de a escola reabrir em 14 de setembro para acolher os alunos do 1.º ao 4.º ano que a vão frequentar durante este ano letivo. Para assinalar o acontecimento e marcar também o início do ano letivo no concelho de Cantanhede, o Município de Cantanhede e a direção do Agrupamento de Escolas Marquês de Marialva promoveram um encontro que contou com a participação de mais de uma centena de pessoas, entre alunos, professores, encarregados de educação e representantes de várias entidades.

Para a presidente da Câmara Municipal, Helena Teodósio, “a renovação da EB Cantanhede Sul é motivo de alegria e orgulho para toda a comunidade escolar, especialmente para os alunos, que são a razão das obras realizadas e dispõem agora de uma escola moderna e bem equipada, uma escola com melhores condições para aprenderem e desenvolverem as suas capacidades”.

Acompanhada pelo vice-presidente da autarquia e responsável pelo pelouro da educação, Pedro Cardoso, Helena Teodósio referiu que “além do papel fundamental que os pais e os professores desempenham na educação das crianças, é também muito importante proporcionar-lhes contextos de aprendizagem motivadores e propícios ao desenvolvimento de dinâmicas estimulantes, o que passa naturalmente pela existência de instalações e equipamentos adequados aos novos desafios de um ensino de qualidade”.

Segundo Helena Teodósio “esse é um dos principais pressupostos da orientação estratégica que o Município está a seguir no setor da educação, o que aliás tem sido notório com a aposta na valorização do parque escolar”. A autarca lembrou a propósito “os importantes investimentos efetuados na construção dos novos centros educativos, a requalificação da EB Cantanhede Sul e também da Escola Básica Marquês de Marialva, que está em curso nesta altura porque a Câmara Municipal decidiu assumir parte da comparticipação nacional que competia à Administração Central”. Entretanto, adiantou a líder do executivo camarário, “aguarda-se resposta do Governo às insistentes reivindicações que a Câmara municipal tem vindo a fazer relativamente à urgência das obras de fundo que é necessário realizar na Escola Secundária, sem esquecer a 2.ª fase da EB Marquês de Marialva. Esperamos que haja uma decisão rápida de quem de direito”, concluiu.

Também a diretora do Agrupamento de Escolas Marquês de Marialva, Fátima Simões, enfatizou “a importância dos investimentos realizadas no setor da educação, quer aqui na EB Cantanhede Sul, quer na sede do agrupamento, a Escola Básica Marquês de Marialva, quer ainda nos novos centros escolares de Ançã, Cadima e Cantanhede. Este é de facto um aspeto valioso para o sucesso educativo”, afirmou aquela responsável, que deixou ainda “um incentivo aos pais, para que tenham um papel cada vez mais ativo na educação das crianças”, sublinhando que “da parte dos professores podem contar sempre o maior empenho e dedicação ao cumprimento das exigências do processo ensino/aprendizagem”.
 

fonte: GIRP   19 setembro 2018

Enviar por email Bookmark and Share

Município

Concelho

Turismo

Notícias
 
Agenda
 
Entidades
 
Documentação
 
Contactos
 

Serviços Online